Brincadeiras antigas animam o recreio dos alunos do Colégio Portal de Limeira

 Seja em casa ou na escola, criança gosta muito de brincar não é mesmo? Com a proposta de deixar o recreio mais divertido, os alunos do Colégio Portal de Limeira contam diariamente com brincadeiras antigas como jogo da velha, amarelinha, vai e vem, brincadeiras de roda e cordas. 

 

 

O papel da escola, segundo a mantenedora do Colégio Portal de Limeira, Monica Franzini Krauss, é estimular cada dia mais o gosto pelo aprendizado. "Nós temos esse compromisso de tornar cada ambiente da escola, um lugar onde as crianças amem estar. Com isso, surgiu a ideia de resgatar as brincadeiras antigas, pois antigamente não tinha tanta tecnologia e brinquedos à disposição e as crianças tinham que usar a criatividade para brincar", ressaltou. 

 

 

De acordo com a coordenadora pedagógica, Roseli Patrício Provinciato, o resgate das brincadeiras antigas ajuda, e muito, na socialização e no processo de aprendizagem dos alunos. "As brincadeiras permitem que as crianças, ao vivenciá-las, tenham  a oportunidade de aprender a se relacionar com outras crianças,  a respeitar  regras, a desenvolver o sentido de cooperação e a estimular a criatividade e imaginação de cada um", acrescentou a educadora.

 

 

Os estudantes do Colégio Portal contam, na hora do lanche, com a animação e os cuidados da Tia Celinha Pelucci Dias (recreacionista), Tia Giovana Morelli (monitora pedagógica) e Tia Natália Souza (monitora pedagógica).

 

 

DICAS NA HORA DE BRINCAR! 

 

O Colégio Portal de Limeira, unidade do Sistema Anglo de Ensino, separou algumas dicas de brincadeiras antigas que ajudam a ensinar e a divertir as crianças. 

 

Pular Corda - A brincadeira funciona mais ou menos assim: duas crianças batem a corda bem próxima ao chão, enquanto as outras pulam. Os saltos devem seguir uma sequência determinada e mudam de acordo com os comandos de voz indicados na cantiga. A altura da corda vai aumentando aos poucos

 

Passa Anel - Uma criança fica com o anel, enquanto as outras do grupo se sentam uma ao lado da outra com os braços apoiados no colo e com a palma das mãos unidas. A "escolhida" segura o anel entre a palma das mãos e passa as mãos pelas mãos dos amiguinhos. Quando resolve parar, abre as mãos mostrando que estão vazias e pergunta para um dos participantes: "Com quem está o anel?". Se ele acertar, será o próximo a passar. Se errar, quem recebeu o anel é que passará.

 

Cinco-Marias: As "marias" são saquinhos de pano cheios de areia. O objetivo deste jogo é pegá-las do chão, jogando cada uma delas para o alto sem soltar as anteriores, em sequências cada vez mais difíceis. Quem erra perde a vez e depois retoma de onde parou. Ganha quem avançar mais fases.

 

Adoleta - "A-do-le-tá, Le-pe-ti pe-ti-pe-tá, Le café com chocolá. A-do-le-tá..." Há inúmeras brincadeiras feitas com as mãos, cada uma com músicas e movimentos específicos, como adoleta e babalu, mas no geral todas são bem parecidas. Primeiro, começa-se batendo as palmas e fazendo os gestos devagar. Com cuidado, todos vão aumentando a velocidade para não errar.

 

Texto e fotos: Vinicius Boer

Dicas de brincadeiras. Fonte: Revista Claudia/ Editora Abril.


Voltar